Grandes marcas são vitimas da falsificação até na pandemia do Corona Vírus

13/04/2020

É incrível como até em momentos de pandemia global como vivemos a pirataria continua a nos surpreender, dessa vez, as mascaras faciais de proteção contra o corona vírus (covid-19) são o alvo junto com grandes marcas como Tommy Hilfiger, Nike, Oakley, Puma, Hurley.

Nessa ultima semana recebemos em nossa plataforma várias denúncias da venda de mascaras de tecido para a proteção contra o corona vírus com o logo de várias marcas muito conhecidas por todos nós, além do crime de violação de propriedade intelectual existe outro grande problema, que é a segurança do usuário e dos demais a sua volta, porque mesmo as máscaras faciais para uso não profissional que são comercializadas devem atender alguns requisitos segundo a ANVISA como medidas padronizadas para o tamanho das máscaras entre outros. 

E pra quem quer saber mais sobre como fazer, usar, limpar e descartar as máscaras faciais de uso não profissional da maneira correta a ANVISA lançou uma cartilha ensinando, é só clicar no link abaixo:

https://portal.anvisa.gov.br/documents/219201/4340788/NT+M%C3%A1scaras.pdf/bf430184-8550-42cb-a975-1d5e1c5a10f7


Essas são as máscaras que estão sendo vendidas

Vale ressaltar mais uma vez que máscaras assim não devem ser compradas, todos nós podemos fazer nossas próprias máscaras faciais de uso não profissional  em nossas casas garantindo a nossa máxima segurança possível e não contribuindo para o comércio ilegal de produtos falsificados que mais uma vez coloca em risco nossa saúde.