Porque cresce tanto o mercado de produtos falsificados online no Brasil?

10/06/2020

Nos últimos anos tem tido uma crescente onda de novas lojas online de produtos falsificados, muitas vezes chamados de replicas, primeira linha, entre outros nomes mas que na verdade continua sendo uma falsificação e sua venda é ilegal, são novos vendedores de atacado e varejo, e até mesmo vendedores sem estoque, o que chamam de dropshipping, uma forma de ofertar apenas com fotos e vídeos do produto e ao vender, repassam o valor ao fornecedor com o estoque físico, o mesmo envia direto ao cliente final e o novo vendedor trabalha apenas como um intermediador, sem ter certeza da qualidade do produto, pra muitos pode parar não confiável mas para outros tem se tornado cada vez mais comum e o cliente final muitas vezes nem sabe disto, apenas compra achando que é de uma loja online.

Mas onde isto começa? Como os novos vendedores encontram os fornecedores e fabricas? Porque a grande maioria esta ofertando produtos que ostentam uma marca, mas na verdade são falsificações? Quais são as facilidades deste mercado informal e ilegal? 

Bom, a grande maioria que vai em busca de entrar neste mercado, são jovens de 16 a 30 anos, que gostam de uma determinada marca, e querem ter uma renda extra, após fazer uma pequena pesquisa na internet com as palavras: FORNECEDOR MULTIMARCAS, irão encontrar uma infinidade de ofertas, serão bombardeados com anúncios frequentemente de fornecedores e ate as famosas listas de fornecedores que vem crescendo também em nosso país, onde os donos da lista fazem promessas incríveis de que tem o contatos do melhores e mais seguros fornecedores do Brasil, as vezes até do mundo. Ao encontrar os fornecedores a nova loja online já começa com suas redes sociais, fotos, e novos seguidores para acompanhar as ofertas muitas vezes ilusórias da marca X com preços que chegam a 5x menos que o valor da marca em lojas oficiais. 

No Brasil tem aumentado a procura por produtos de preços baixos, como sabemos a maioria dos brasileiros querem achar o jeitinho brasileiro de lucrar mais, e comprando por cada vez mais barato cria se a esperança de que vai ser mais lucrativo, mas a verdade é que a curto prazo pode ate ser, mas com os riscos desta venda tanto na parte legal com a marca detentora dos direitos, tanto com o cliente que comprou um determinado produto esperando uma qualidade e recebeu algo totalmente diferente, e que ficando insatisfeito. Não voltara a comprar.

Se na busca anterior por FORNECEDOR MULTIMARCA, suponhamos que o novo vendedor encontrou 3 fornecedores que teoricamente vendem o mesmo produto, e tem valores diferentes, um vende pela metade do preço da loja oficial, já o segundo vende o Boné da marca X por 50,00 reais sendo que na loja oficial custa 300,00, e o terceiro vendedor faz sua oferta de 15,00 reais por boné, pode parecer tanto atrativo para alguns que acreditam que os fornecedores conseguem este valor por inúmeras mentiras que ele conta, ou mesmo tendo certeza da inferioridade do produto o novo vendedor compra e ilude seu cliente final, a verdade é que em ambos os casos, o preço falou mais alto que a qualidade e originalidade, mas porque isso vem sendo cada vez mais comum? Porque o vendedor não ficou com medo ou não quis se envolver neste negocio?  

A resposta é, pela facilidade e impunidade, lá trás o fabricante falou para o fornecedor que estava tudo certo, que da pra passar como original, que é uma réplica quase perfeita, o fornecedor falou ao vendedor que tudo bem, hoje em dia e mais fácil vender essas, porque as pessoas estão cada vez com menos dinheiro, e menos preocupada com a qualidade. 

E quem paga esse preço nos dias de hoje? O cliente final, o vendedor franquiado e autorizado pela marca, a marca e o governo. Se você fizer uma busca simples no site Reclame aqui, vai encontrar inúmeras reclamações sobre as marcas, sendo que o produto foi comprado de um site que não pode fazer esta venda, mas o consumidor, não sabe diferenciar, ele comprou esperando um produto original de qualidade, status, nome e garantias e na verdade não foi isso que recebeu; em muitos casos a situação ainda fica pior, o fraudador desaparece e o consumidor fica no prejuízo. O vendedor franquiado, vende cada vez menos, pois esta competindo com uma concorrência desleal. A marca tem altíssimos custos para abrir um processo. O governo perde nos impostos destes produtos falsificados, perde nos impostos das vendas que não são feitas pelas marcas, perde com a informalidade destes vendedores e perde em ate casos mais extremo com a forma que as pessoas que trabalham nessas fabricas ilegais.

Muitos prejuízos né, mas o vendedor muita vezes nem sabe de nenhum deles, e quer apenas uma fonte de renda extra, ou até mesmo de renda principal, no momento atual, nesse cenário de COVID-19, desemprego, quarentena, lojas impossibilitadas de abrir, vai aparecer ainda mais pessoas interessadas em vender de casa, desde que não seja de forma ilegal, é uma bom empreendimento. 

Pra facilitar o empreendedorismo no brasil, a Reserva, marca conhecida em todo o mundo, criou a Reserva Ink (tinta em inglês),uma alternativa para quem quer entrar neste mercado e da forma certa, sem precisar de um estoque físico você pode iniciar sua loja online hoje mesmo, sem franquia, e sem ser uma multimarca autorizada (atualmente a reserva tem 1.400 lojas multimarcas em todo o Brasil), neste serviço, haverá a opção de customizar estampas de roupas e depois vender as peças online. O custo para começar esse empreendimento é de apenas R$129,00 mensais e com ele você tem o plano pró, depois deste custo você terá apenas mais uma comissão de cada venda feita sendo repassada a Reserva, como será uma marca própria, você poderá colocar o valor que você quiser, iniciando em R$59,00 que é o valor base, lembrando que na etiqueta vai a sua marca, sem qualquer relação com a reserva. Uma vez criadas as peças, fabricação, logística e estoque ficam todos por conta da  Reserva Ink, que fará as roupas na mesma fábrica já usada pelo Grupo Reserva, no Rio de Janeiro. "Será possível montar uma marca em 20 minutos, mas sem ter de gastar com estoque ou fabricação antes de faturar", diz Meisler.

Veja algumas vantagens do Reserva Ink:

  • 40 dias grátis para experimentar
  • Sua loja no ar em minutos
  • Crie e venda sem limites
  • Entregas para todo o Brasil
  • Presença em lojas físicas
  • Qualidade Reserva
  • Integração com o Facebook Pixel

Agora ficou fácil né? Lembrando que a única parte do processo que é de responsabilidade do dono da marca é a estilização das peças e o marketing digital da loja para atrair vendas. Além de incentivar e facilitar o empreendedorismo a Reserva tem suas ações sociais, a cada 1 peça vendida a Reserva viabiliza através da Associação Civil Banco de Alimentos e do Projeto Mesa Brasil/SESC, a entrega de 5 pratos de comida pra quem precisa. Conheça de perto esse projeto clicando aqui  e visite a página do 1P 5P.

Quer começar já sua marca própria online do jeito certo? Visite o site da Reserva ink clicando aqui.


Até o próximo post!